Como simular sua aposentadoria sem sair casa

Podemos definir a aposentadoria como o sonho de todo trabalhador? Ela é a causa da ansiedade de muitos e o motivo pelo qual trabalhadores contribuem rigorosamente com o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). Hoje, vamos diminuir um pouco dessa ansiedade te ensinando a consultar a possibilidade de sua aposentadoria sem sair de casa. Preparamos um passo a passo para fazer a simulação utilizando apenas alguns dados pessoais, mas, antes de qualquer coisa, vamos a algumas explicações: 

O que é a simulação e o que eu posso descobrir com ela?

O simulador de aposentadoria é um dos serviços oferecidos pelo site do Meu INSS, onde o contribuinte pode consultar sua situação a respeito de valores pagos e pendências com relação à previdência, além de descobrir se a tão sonhada aposentadoria já pode ser requerida. Consultando no site, você pode saber informações sobre as modalidades de aposentadorias e os valores do benefício.

Agora que você já sabe sobre o que se trata a simulação, vamos ao passo a passo?

1- Acesse sua conta no site do Meu INSS (clique aqui)

Se você já tiver uma conta, ao entrar no site clique em “entrar” e faça o login com seus dados. Se não, clique em “inscrever no INSS” e se cadastre. Nesse caso, tenha em mãos sua carteira de trabalho, pois, para confirmar dados a respeito de sua vida profissional, você pode precisar dela. 

2 – Depois de logar, clique em “simular aposentadoria”. 

3 – Ao acessar essa opção, seus dados e informações serão exibidas. Note as especificidades de cada modalidade de aposentadoria e o regramento aplicável (regras anteriores e posteriores à reforma da previdência) sendo descrita  sua situação em cada uma delas. Note também que, nos dados como sexo e idade, existe a opção de editar caso algum esteja errado. 

Além disso, clicando no ícone de “tempo de contribuição”, você pode acessar informações sobre todos os seus vínculos profissionais e contribuições descritos nos CNIS. Aqui deverão constar todos seus vínculos de contribuição, ou seja, deve constar  todas as empresas para as quais você já prestou serviços, recolhimentos individuais e benefícios percebidos.

Bem simples, né? Contudo,  é  importante checar as informações e ficar por dentro dos requisitos ainda pendentes para os tipos de aposentadoria. É importante frisar que ter apoio jurídico ao analisar as possibilidades exibidas no site é essencial, pois um advogado previdenciário pode te aconselhar da melhor forma a respeito de como proceder perante erros, pendências ou benefícios mais vantajosos. 

Se você busca por um Advogado para te auxiliar, clique no botão abaixo e envie o seu caso.

Rolar para cima